Guia: Como escolher o melhor iogurte?

Guia: Como escolher o melhor iogurte?

Por Giulia Longen

Hoje em dia existem muitas opções de iogurte no mercado e talvez você já tenha ficado em dúvida de qual escolher! Por isso, hoje eu vou te ajudar a escolher a melhor opção de iogurte para você consumir. 

1ª dica: leia a lista de ingredientes! Isso te dará autonomia para fazer as melhores escolhas e dessa forma você não vai ser enganado com informações de “zero açúcar, natural, fit, etc”. A opção mais natural de iogurte leva apenas 2 ingredientes: leite integral (pasteurizado e/ou reconstituído) + fermento lácteo. Ou seja, não tem adição de açúcares, corantes, conservantes, estabilizantes, aromatizantes e infinitos outros ingredientes desnecessários.

2ª dica: tome cuidado com o açúcar escondido. Alguns nomes que a indústria pode usar para o açúcar são maltodextrina, amido modificado, frutose, xaropes, suco concentrado, preparado de frutas, etc. Na dúvida, pesquise! 

3ª dica: se você não curte o sabor do iogurte natural, saborize em casa. Adicione proteína em pó, frutas picadas ou batidas no liquidificador, mel, adoçante natural (stevia, xilitol, etc.), especiarias (canela, baunilha, hortelã), chocolate, pasta de amendoim, use a criatividade! 

4ª dica: se você é intolerante à lactose, use o zero lactose, caso contrário não há necessidade, pois, a única diferença desses para os normais, é a adição da “enzima lactase”, que é responsável pela digestão do açúcar do leite, a lactose. Caso deseje reduzir as calorias e gorduras, opte pelo desnatado. Se não, o natural integral é a melhor opção. 

5ª dica: existem também os iogurtes proteicos, que de modo geral são boas opções em dias corridos, mas ainda assim possuem uma grande quantidade de ingredientes desnecessários. No dia a dia, opte por iogurte natural + dose de proteína, o que sai mais barato e é mais saudável, afinal, você saberá exatamente o que está consumindo.

6ª dica: se você gosta de iogurtes mais cremosos e firmes, pode optar por iogurtes gregos, que são feitos com a remoção do soro do leite e acabam tendo menos calorias e carboidratos e mais proteínas em comparação aos tradicionais. Além disso, eles possuem probióticos. Mas preste atenção na lista de ingredientes, pois algumas marcas adicionam espessantes, amidos e aditivos alimentares. A lista deve ser limpa: leite desnatado, creme de leite e fermentos lácteos (probióticos).

*Consulte o Guia de Compras para sugestões de marcas.

Você tem a opção de preparar seu próprio iogurte vegano caseiro, também:

RECEITA DE IOGURTE VEGANO CASEIRO

Bata no liquidificador: tofu soft + água + frutas ou temperos a gosto. 

Opções: frutas secas (damasco, ameixa, uva passa), limão, frutas congeladas (morango, banana, manga, amora, mirtilo, framboesa), especiarias (hortelã, gengibre, baunilha) e outras.

Quantidades: adicione água aos poucos, vá batendo até chegar na consistência que você desejar. As frutas e especiarias são a gosto. Depois armazene em pote de vidro na geladeira por até 5 dias.

E você, como gosta de consumir o seu iogurte? Conta pra gente!

Deixe uma resposta